terça-feira, 5 de outubro de 2010 | By: Vivian Mont'Alverne

Inverno

Dia curto, noites longas. Frio intenso.

Mizzy anda para lá e para cá, enquanto ele assiste televisão...
As cores estão mais brandas. O canto dos pássaros já não se ouve... Migrara, acompanhando as borboletas. A respiração está ofegante, na esperança de sentir algum restante de essência das flores. Os pés, congelados.

...O vento forte levara o perfume embora e, com ele, despediu-se a veemência da lareira.

O cheiro de chocolate e canela se espalhava pela sala... Ele, displicentemente, derrubou, quebrando aquela xícara.
Ela então vestiu o casaco de pele e saiu em busca de algo para atenuar essa estação.




(...) Ele, quando se deu conta, estava sozinho e arrependido. Só restaram as lembranças.

"Primavera se foi e com ela meu amor... Quem me dera poder consertar tudo que eu fiz..." (Los Hermanos)


          
                                                                                      (As quatro estações do amor)

6 bilhetes:

Anônimo disse...

Interessante como você descreve as etapas do amor como estações do ano: primeiro a primavera, onde tudo são flores; logo o verão, intenso como o sol; depois o outono, onde as coisas começam a esfriar e por fim o inverno, quando "as noites são mais longas que os dias".
Gênio!



... bulbasaur...

Paola Patricio disse...

O inverno é uma época para ficar abraçadinho ne?!rsrsr
Adorei!!

Bjos

kellymendes' disse...

adorei aqui flôr , muito aconchegante seu blog!
voltarei sempre.
passa no meu beijos!

Bianca Bigogno disse...

O inverno é um tanto nostálgico. Lindo!
Querida Vivian, tem um selo no meu blog pra você :)

Heloísa Lyra disse...

Gostei bastante dos textos das quatro estações do amor. Você escreve bem, estou te seguindo!
Beijo :*

iule Karalkovas . disse...

Amei este!

Postar um comentário