sábado, 9 de outubro de 2010 | By: Vivian Mont'Alverne

Game time!

Sabe aquele nó na garganta? Pois bem...
Mesmo te amando, mesmo desejando o teu calor, já não aguento mais esse aperto que sinto há tempos. Você está brincando, virei uma ficha do seu poker. Sabe, o pior é que tenho ciência do seu amor por mim, eu sei que você também me quer, eu sei que você precisa de mim. Mas ainda não amadureceu, continua aquele menino que só escolhe o bolo pela cobertura, come-a e joga o recheio no lixo. Eu cansei. Pensava que não, né? Mas eu tenho meus limites... Sim! Eu tenho! E já o ultrapassou demais. Agora, decidi jogar...

- Ah! Não lembro se te avisei, mas sou ótima jogadora, sempre fui. Passe-me essas cartas... Mostre-me o que você tem...
- Full House? Pensou que iria me ganhar com isso?
Bobinho... Royal Straight Flush.





10 bilhetes:

Bianca Bigogno disse...

Adoooooooooooorei!
Que final perfeito!
Lembrou-me uma frase que eu amo..
"Ela nunca foi boa jogadora, apostava sempre o coração inteiro"

A cada dia você se supera, muito bom o texto, mesmo!

Beijo querida :*

Bruna Ferreira de Assis disse...

Nossa, mas para ter um Royal Straight Flush não é necessário ser uma boa jogadora, mas sim, ter muito sorte!! AHAUHAUHAUAHUAHUAHAUHAU...

Ficou bom!

Vivian Mont'Alverne disse...

Claro que é preciso ser uma boa jogadora... De uma forma ou de outra. Poker não é só sorte, é inteligência e esperteza!
...Não excluí o fato dela ser sortuda, certas coisas ficam subentendidas.

Obrigada! :)

Caroline Vespa disse...

Muito bom ...isso acontece mesmo,vc gosta de alguém ele tb, + ele nao esta maduro o suifciente.

Denise Portes disse...

Ai, os caminhos do amor, sempre a nos ensinar.
beijos
Denise

Well Souza disse...

Oi Vivian
sou da http://benfazeja.com.
Parabéns pelo blog, legais os seus textos.
bju

Paola Patricio disse...

Menina que texto hein?!
Se um dia eu brigar com meu namorado vou usá-lo!!
rsrsrsrs

Bjooos

Fernanda Baima disse...

De fato, às vezes é preciso esquecer o que o coração diz e passar a pensar com racionalidade, a jogar de acordo com o jogo da pessoa do lado oposto.

Seguindo, flor... ;)

Beijos!

Nicelle Almeida disse...

Uauuu...que post maravilhoso, amei!!!
A infantilidade as vezes cansa mesmo. Queremos ao nosso lado um homem e n um moleque.
Beijos, minha flor e ótima semana.
www.nicellealmeida.blogspot.com
Passa lá...te espero! ;)

Alice disse...

aaah legal *-*

Postar um comentário