segunda-feira, 20 de setembro de 2010 | By: Vivian Mont'Alverne

Criado-mudo




Queria te confessar uma coisa, mas que fique só entre nós. 

Sim, eu confio em você. Como não? Você é o meu melhor amigo, bem sei. Ninguém me conhece melhor... Por dentro, por fora e do avesso. Você sabe o que me faz querer arrancar os cabelos e o que deixa meus olhos semelhantes ao mar, sabe quando o meu coração acelera e quando estou cansada, sabe como reviro as gavetas procurando algo que nem sei o que é. Os objetos que perco você acha. Meus doces você esconde. Meu poemas você lê. Desculpe os momentos de raiva, mas, na hora de acordar, eu odeio você!




Tá certo, sei, talvez eu esteja um pouco em falta, mas é que o tempo está sendo meu inimigo. Perdoe as vezes nas quais joguei todos meus problemas em cima de você, o ponteiro corria, estava desnorteada.

Sem mais delongas, preciso desabafar...
Meu amigo, meu mundo está em um constante terremoto... Balança para lá e para cá, como num barco. Chega a dar náusea. Já pensei até em deixar a maré me levar. Acho que, em meio a tanto caos, perdi-me dos meus sonhos... Penso que caíram do penhasco. Culpo-me muito por isso, talvez não fosse merecedora desses amigos. Mas, por vezes, não acredito que seja assim... Eu mereço, sim! Não os deixei cair por maldade, foi só descuido e desorientação... Hoje, sei. Quero cuidar da melhor forma possível. É o meu alvo. Estou treinando bastante minha mira, até entrei em umas aulas. Também estou treinando para ser salva-vidas, vou resgatar os meus sonhos... Tenho certeza que ainda estão vivos.

Pois é, amigo... Você não fala muito, mas me dá o que preciso: Ser ouvida.
Desabafei, me sinto mais leve para dormir e conseguir sonhar. Obrigada por me dar atenção.

Eu sei que essa luz te incomoda, por isso, vou desligá-la. Boa noite, querido amigo. 

7 bilhetes:

Dáfiny. disse...

Nossa *-* adorei o texto , diz muita coisa de um jeito tão simplees ! Parabéns !
Seguindo :*

Douglas Thaynã disse...

Belo, belo mesmo! Parabéns! ;D

Laisa disse...

Ah, adorei o espaço, tens um lindo blog. Quanto ao texto, está exelente, concontrado e intimista.
Volto, até mais,

Paola Patricio disse...

Lindo texto!
Dá um visitadinha depois: http://plantaoonline.blogspot.com/
Segue tbm: @paolajornalismo

Bjos

Denise Portes disse...

A asas da imaginação...Bela história.
Beijo
Denise

Bianca Bigogno disse...

O nome dele é bem sugestivo mesmo rsrs
As vezes a gente não precisa de conselhos, ou de palavras alheias. As vezes a gente precisa desabafar. Admito que desabafo com a lua e incrivelmente me diz muita coisa.

Viviam querida, belissímo texto. Adorei!

Vanessa Paganotti disse...

muito bom!!!

Postar um comentário