terça-feira, 28 de setembro de 2010 | By: Vivian Mont'Alverne

Bagunça

O quarto estava todo bagunçado. Uma confusão só...
John resolvera jogar tudo fora, uma certa maneira de se livrar do suor da organização.
Fez, pois, o que desejara.

...Passavam-se os dias e, cada vez mais, sentia falta de objetos muito importantes os quais ele havia jogado ao lixo.

  
                                                          
      (...) Agora, o quarto estava vazio.

2 bilhetes:

Pablo Trabuco disse...

Ótimo texto!
Pensante, enfim...

Isabela Pimentel disse...

Vivian, adorei o teu blog!teu poema é curtinho, mas mto belo, as palavras se encaixam perfeitamente!!!

Grande bj,
Isabela

http://nablogoesfera.blogspot.com

Postar um comentário