segunda-feira, 10 de janeiro de 2011 | By: Vivian Mont'Alverne

Sempre amor


Antes, amor de gaveta. Depois, amor de cinema.
Ontem, amor de proveta. Hoje, amor de poema.
...Mas sempre amor.

6 bilhetes:

Juci Barros disse...

Os versos são teus?! Show!
Beijos.

Eber Vasconcelos disse...

poucos versos,muito a se entender.
beijos

**Brunah Isabelle =) disse...

Oie porfavor, vota no OF A TEENAGER, na enquete desse blog aki http://deliriusteenager.blogspot.com/, para eu ser destaque do mês. Conto com vc. Obg

gabs disse...

Perfeito!

Leudislan disse...

Simples e Complexo, vc consegiu mesclar o belo ao extendo entender do AMAR.
Tbm sou de São Luis ;D. dá uma passadinha no meu blog.
Beijos...

Boneca de Porcelana disse...

Sempre amor... ele nunca morre, por mais que a gente queira esquece-lo ele sempre aparece.. ontem, hj, amanhã.. e de várias formas diferentes!
Beijos querida

Postar um comentário